Rua Afonso Celso, 1245 - Saúde

Fone: 11 2275-5959

cursos

Saxofone


O saxofone ou simplesmente sax surgiu por volta de 1840. Diferente da maioria dos instrumentos musicais que surgiram a partir da evolução de instrumentos mais antigos, o saxofone foi inventado. Seu inventor foi o belga Antonie Joseph Sax, mais conhecido como Adolphe Sax. 
Ao adaptar uma boquilha semelhante a do clarinete a um oficleide (um predecessor da tuba, só que em forma de "U"), Sax teve a idéia de criar o saxofone-baixo. A partir deste, foram criados os demais instrumentos da mesma família.

Em 1845, Sax aproveitou que a banda da infantaria francesa estava qualitativamente deficiente e recomendou ao Ministro da Guerra que uma competição fosse feita entre uma faixa com instrumentos tradicionais e uma com os seus instrumentos. Ele substitui então o uso do oboé, fagote e trompas francesas por instrumentos de sua invenção, como os saxofones e saxhorns em Bb e Eb. A idéia foi um sucesso e, a partir dessa experiência, os saxes foram adotados na música militar francesa. Em 28 de junho de 1846, Sax obteve a patente do instrumento, que incluía 14 variações: Sopranino em Eb, Sopranino em F, Soprano em Bb, Soprano em C, Alto em Eb, Contralto em F, Tenor em Bb, Tenor em C, Barítono em Eb, Barítono em F, Baixo em Bb, Baixo em C, Contra-baixo em Eb e Contra-baixo em F.

 

 

 

 

 

 

Porém, devido ao sucesso de seu instrumento, os concorrentes aplicaram diversos golpes contra Sax. Entre eles, o acusaram de ter roubado a idéia do saxofone. Além disso, subornaram músicos para boicotar os seus instrumentos e fizeram com que os compositores deixassem de utilizar o sax nas salas de concerto. Adolph sobreviveu aos ataques gastando todo o seu dinheiro em batalhas judiciais. Em 1870, sua patente expirou e qualquer um pôde produzir saxofones. Sua fábrica então faliu.

 

 

Aos 80 anos, já no fim da sua vida, três compositores, Emmanuel Chabrier, Jules Massenet e Camille Saint-Saëns se sensibilizaram com a sua história e solicitaram ao Ministro francês de Belas Artes uma ajuda de custo para Sax. Adolphe Sax, morreu no dia 4 de Fevereiro de 1894 aos 80 anos de idade.                         Embora seja feito de metal, o saxofone pertence à família das madeiras, pois seu som é emitido a partir da vibração de uma palheta de madeira que fica fixada à boquilha.

Os saxofones são instrumentos transpositores, ou seja, a nota escrita não é a mesma nota que ouvimos (som real ou nota de efeito). Assim, para podermos ouvir uma nota equivalente ao dó de um piano é necessário escrever notas diferentes dependendo em qual tonalidade o saxofone é armado. A família dos saxofones mais utilizada atualmente é composta por:
• Soprano, armado em Sib
• Alto ou contralto, em Mib 
• Tenor, em Sib
• Barítono, em Mib 
Há porém outros modelos mais raros ou que foram caindo em desuso.

Entreos os maiores fabricantes de saxofones no mundo estão Buffet Crampon, Keilwerth, Leblanc (Vito), Roland (Jupiter), Selmer, Conn, King, Buescher, Martin, Yamaha, e Yanagisawa, J’Elle Stainer. Temos também a fabricante brasileira de instrumentos musicais Weril.  Palhetas e boquilhas são produzidas por empresas como Vandoren. 

Charlie Parker, Dexter Gordon, Gerry Mulligan, Joe Henderson, John Coltrane, Sonny Rollins, Stan Getz,Wayne Shorter e  Kenny G são nomes que se destacaram no saxofone.
Entre os brasileiros estão Ladário Teixeira, Leo Gandelman, Paulo Moura, Raul Mascarenhas,Vitor Assis Brasil, Teco Cardoso, Roberto Sion e Nailor Proveta.

Professor de Sax

Paulo Bento

Rua Afonso Celso, 1245 - Saúde - São Paulo/SP (Próximo ao Metrô Santa Cruz)
Tel: (11) 2275-5959 / 2578-1551
cemusc@cemusc.com.br